Orientação de Estudo


lawyer

Por  Kátia Machinez da Cunha

O que o jovem mais tem é TEMPO E ENERGIA, se ele usar esses tesouros estudando terá muitas alegrias, mas se desperdiçar sofrerá as consequências.

Pesquisas comprovam que estudantes que tem metas determinadas tem mais motivação para estudar e conseguem aprender muito mais.

Uma coisa importante que precisa ficar bem clara é que aprender é uma capacidade natural do cérebro, todos nós podemos aprender, cada um de uma forma, é por isso, que temos que persistir e nunca desistir de aprender. Tudo que é novo parece difícil, mas depois que aprende fica fácil e quanto mais aprendemos, mais fácil fica aprender. Por isso, NUNCA DESISTA!!!!

Durante a aula deve estar em silêncio prestando total atenção, com FOCO à explicação do professor, pois o conhecimento se processa no cérebro, havendo necessidade de disciplina, concentração e participação efetiva durante as aulas. O cérebro só se concentra em uma coisa de cada vez, ele tem percepções periféricas, mas concentração não. Participe das aulas, tente responder as perguntas e fique concentrado. Quando você presta atenção ao que o colega está falando e conversa durante as aulas perde o que o professor está ensinando e não aprende. ATENÇÃO É FUNDAMENTAL.

É primordial a realização dos exercícios propostos, pois estes são para aprender e ampliar o conhecimento. A prática é importantíssima para o aprendizado e memorização, portanto não dê a desculpa que não fez porque não sabe, o exercício é para aprender, não precisa acertar, mas sim, fazer; só assim surgirão dúvidas. Vale ressaltar que dúvida é algo positivo, significando que a pessoa está raciocinando sobre o assunto, logo estará em processo de aprendizagem. Quem não faz os exercícios não aprende direito. No máximo entende e logo esquece, o cérebro só registra o que você der importância, se você não fizer os exercícios facilmente esquecerá. Se quiser aprender de verdade deverá perder o medo de tentar e fazer muitos exercícios, quanto mais exercícios, melhor ficará preparado. Fazendo isso irá desenvolver a persistência e a resiliência fundamentais para o sucesso nos estudos e na vida.

Em casa, é necessário um horário diário de estudo, para reforço do conteúdo e fixação do aprendizado. O tempo de aula é pouco, é necessário que disponha de mais horários de estudos de forma individual, isso fará com que você descubra que é capaz de aprender sozinho. Refazendo os exercícios de aula e fazendo novos exercícios para ampliar o conhecimento. Organize os horários para aproveitar todo tempo possível para estudar. Faça um cronograma das suas atividades, com organização e planejamento fica tudo mais fácil e eficaz. Com isso você estará desenvolvendo outra coisa fundamental para ter sucesso que é a disciplina e a autonomia.

Sempre que tiver dúvidas pergunte ao professor, não tenha medo nem vergonha, essas coisas só atrapalham. Se você fizer os exercícios e estiver errado aprenderá concertando-o, e se tiver acertado sentirá o prazer pelo aprendizado, que é aquela satisfação de ter conseguido resolver algo que você achava que não era capaz, e isso ativa o cérebro para fazer o registro automático de memória e dar motivação para novas aprendizagens; isso lhe dará satisfação pessoal e irá melhorar sua auto-estima como estudante e como pessoa.

Precisará aprender a usar os livros e outras fontes de estudo – Alunos que se limitam ao que é ensinado em sala de aula normalmente são limitados. Infelizmente muitos acreditam que não precisam estudar, só prestar atenção na aula já está bom, tiram boas notas e se consolam com isso, mas se esquecem de algo fundamental. O tempo de aula é curto, por isso o professor faz uma síntese do assunto e o aluno que só estuda o resumo do professor perde duas vezes. Por isso é preciso que o aluno use seu livro e outros de apoio.  Não esqueça que o livro É PARA SER USADO PELO ALUNO, não espere o professor mandar, você pode e deve usar todo o seu livro, leia as explicações, refaça os exemplos, faça os exercícios e confira as respostas. Anote as dúvidas e leve para a sala de aula para perguntar ao professor. Lembre-se seu professor(a) é a pessoa que te ajuda a aprender e não quem aprende por você.

Deverá fazer elaborações próprias – ou seja, seus próprios resumos, suas próprias sínteses dos assuntos estudados. Essa é a atividade estratégica, em primeiro lugar porque reflete a capacidade reconstrutiva, de onde surge o impulso para a autonomia. A elaboração própria é a base da aprendizagem ativa, através da qual, sobre orientação do professor, o aluno faz-se autor, tem idéias próprias, argumenta com autonomia, adquire capacidade para argumentar, propõe projetos próprios. Isso faz com que ele cresça como estudante e como pessoa. Faz com que não compre idéias dos outros, mas que tenha as suas próprias, que não aceite tudo como verdade absoluta, mas que busque a verdade. Faz com que se torne uma pessoa livre e não massa de manobra. (Pedro Demo)

Sabe-se que jogos e redes sociais tomam muito tempo, por isso, é preciso usar o computador para o que realmente importa no momento que é estudar. Livre-se das distrações que tomam seu tempo de estudo.


Fonte: texto completo em
http://www. profkatia2007.blogspot.com





Início Formação Livros


Design by Webdesignerlab